Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estamos Sozinhos?

Paranormal | Extraterrestres | Religião | Conspiração

Estamos Sozinhos?

Paranormal | Extraterrestres | Religião | Conspiração

14.Out.17

E se não forem os aliens mas os humanos a abduzirem humanos?

ufo-2413965_1280.jpg


A grande parte da teoria associada com extraterrestres é que eles vêm nos visitar e abduzem pessoas por determinadas características que possuem para experimentos científicos. Esses experimentos podem ser para aprendizagem da anatomia humana ou para acompanhar a evolução humana, uma vez que podemos ter sido originados pela modificação genética de alguma espécie, ou cruzamento de uma espécie extraterrestre com humana.


Porém, pouco se fala de outra teoria que é a de que não há extraterrestres e que não passa de um embuste de um governo sombra para aplicar experimentos científicos e tecnológicos.


Essa teoria pode ser observada, tal como outras, na série dos Ficheiros Secretos, em que Mulder e Scully descobrem que tudo não passa de um engodo governamental para aplicar experimentos sobre os humanos e a sociedade.


Não é uma teoria tão descabida assim!


Se observarmos a II Guerra Mundial, encontramos as experiências que o Dr. Mengele, médico nazi, fazia experiências com os prisioneiros nos campos de concentração.


E se na verdade essas experiências não acabaram?


Sabemos que muitos dos cientistas alemães foram repatriados para os EUA e continuaram as suas pesquisas. Se continuaram as suas pesquisas, podem com toda a certeza ter continuado os seus métodos.


Também sabemos que o Hitler promovia o desenvolvimento de tecnologia e que fontes afirma que estavam a desenvolver objetos que permitiam o deslocamento aéreo diferente dos aviões.


Se juntarmos uma coisa à outra, podemos acreditar que esses objetos voadores foram desenvolvidos e que são usados para abduzir pessoas para testes.


Então qual a verdade que podemos acreditar?


Qualquer uma destas hipóteses podem ser verdadeiras. Provar qual delas é torna-se o complexo da questão, mas, que um dia terá uma resposta definitiva.