Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estamos Sozinhos?

Este é o meu blogue onde procuro dar a conhecer histórias relacionadas com o paranormal e conspirações. Uma espécie de X-files pessoal que agora partilho com o mundo. Espero que gostem e comentem sempre que queiram.

Jejum de Daniel - Tática para levar fiéis a não ouvir a verdade

por Morningstar, em 20.01.18

Não fosse eu achar estranho que o atual líder da IURD, Edir Macedo, não tomasse uma providência contra as atuais notícias de que está a ser alvo.

Pode parecer aleatório, mas, é uma prática muito comum de Edir Macedo, detentor da IURD e, também, da TV Record, incentivar os fieis a fazer um jejum de TV, dizendo que é o sacrifício de cada um se manter longe das coisas mundanas para a santificação do crente.

O problema que é essa prática coincide sempre que a disputa da TV Record com a Globo ou outro canal, está no pique pelas audiências.

O chamado jejum de Daniel, é na verdade um esquema de impedir que os membros da igreja vejam outros canais em que a programação roupa audiência à Record.

Agora, o jejum voltou, não porque a Record esteja a perde alguma audiência na disputa com algum programa concorrente, mas, porque, às recentes notícias das adoções ilegais levadas a cabo e que são investigadas.

A única coisa que me faz confusão é que no Livro de Daniel, o suposto jejum, não tem nada a ver com os propósitos levados a cabo pela IURD. Daniel não fez um jejum, porque, o desejou, mas, porque, segundo a Lei dos Judeus, havia certos tipos de alimentos que eram proibidos, em especial os que fossem sacrificados a outros deuses. Isso levou a uma abstenção de determinados alimentos, mas, não à abstenção total. O outro motivo foi pelo pranto em que se encontrava, pois Israel foi levado para cativeiro pelo império babilónico de Nabucodonosor.

Isto só mostra um pouco como manipulam a Bíblia para tirar partido das fragilidades das pessoas que seguem a religião.

Para aqueles que são menos atentos, reparem como as pregações de alguns pastores da IURD têm um conteúdo bastante atualizado nesses dias. Será que eles estão isentos desse jejum? Duvido muito que eles o façam…

Isso lembram-me aquele vídeo da Viviane Freitas a dizer que o seu pedido na Fogueira Santa não foi atendido, porque não tinha dado o seu tudo… No final descobriu-se que se esqueceu de dar os sapatos. Isso só mostra que ali aplica-se o ditado: “faz o que eu digo não faças o que eu faço”.

Não adoto este silêncio

por Morningstar, em 23.12.17

_nãoadotoestesilêncio.png

Terminou a série informativa da TVI em que trás a público crimes cometidos em processos de ado por dirigentes da IURD. E que conclusão tiro no final disto tudo? Criminosos serão sempre criminosos e se não for este tipo de noticiário a alertar para estes crimes, jamais o Estado Português teria a iniciativa de investigar e fiscalizar este tipo de situações.

Não estamos a falar de extraterrestres ou entidades espirituais para que o assunto seja tratado de forma leviana. Estamos a falar de crianças! E tendo ou não as famílias passado por momentos difíceis na vida, nada, mas nada mesmo, dá o direito a que estas crianças sejam tratadas da forma como foram.

O silêncio e as declarações tecnocratas que assisti no último episódio, são nada mais, nada menos que o assumir de culpa e a falta de vontade de querer fazer o que deve de ser feito.

Tenho respeito por todas as religiões, mesmo que discorde da sua filosofia, mas, não respeito religiões de crimes. Eu sei que a investigação da TVI não foi contra a IURD, mas, não vou por paninhos quentes sobre o assunto, porque, se não fosse a IURD, não haveria Edir Macedo, nem pilantras que o seguem.

Para concluir, eu #naoadotoestesilencio e como cidadão, exijo uma investigação para apurar a verdade, mesmo, que não exista condenação na Justiça. Se não existir condenação na Justiça, haverá com toda a certeza, condenação popular para o fazer e depois, não me venham com moralismos éticos e discursos políticos demagógicos que o mal combatesse de todas as maneiras possíveis.

O Segredo dos Deuses… ou demónios da IURD

por Morningstar, em 13.12.17

o-segredo-dos-deuses-tvi.jpg

Confesso que apesar de estar profundamente revoltado com toda a situação que envolve a IURD e a adoção de crianças, não me espanta muito em ouvir estas notícias.

Não me espanta, porque, não espero muito de pessoas que enriquecem à custa dos problemas das outras pessoas, com promessas de milagres e mudanças de vidas. Basta olhar para a TV Record que transmite todas as noites os programas ridículos com testemunhos comprados e com mensageiros da luz que têm poder para derrotar as trevas na vida das pessoas.

Acredito que a influência da IURD não se limita apenas às adopções. A facilidade com que adquirem espaços e terrenos, muitos deles propriedades de autarquias e do Estado, dá a entender que poderá existir a influência sobre estes organismos, ou seja, manipulação política.

As lavagens de dinheiro que tanta tinta fazem correr nos jornais e nos tribunais, mostra o poder dessa organização. Como é que com tanta investigação e tantos processos ainda não tenha existido uma prisão dos altos dirigentes.

Porque é que eles controlam tantas pessoas de forma a conseguir se mexer na sociedade, na justiça e na economia dessa forma?

Não, não é o poder de Deus. É o poder da confissão de muitos membros que ocupam lugares estratégicos e que, dessa forma, abrem portas para que a IURD tenham condições de influenciar as coisas a seu favor.

Só não vê quem não quer ver.

Mas, porque motivo eles continuam a crescer? Porque a base de marketing da instituição deles baseia-se na História de Perseguição do Cristianismo. Eles colocam-se no papel de mártires e isso dá poder à sua mensagem destrutiva.

Eles não são escolhidos por ninguém, eles não são divinos, nem representam Deus na Terra. Eles apenas têm uma escola de marketing e vendas como nunca vi na vida. Se não tivessem, eles não estavam representados em mais países que o MacDonalds.

O que é preciso para travar esta ameaça social?

É preciso que haja mão firme na justiça, que a comunicação social exponha sem medo as ações criminosas e que as pessoas sejam alertadas para as mentiras e que abram os olhos para o engodo que estes lhes apresentam.

Ali não há Deus, apenas demónios.

Estrondosa revelação sobre o Templo de Salomão da IURD

por Morningstar, em 17.10.17

Neste vídeo podemos confirmar o que há por de baixo do templo construido pela Igreja Universal do Reino de Deus, IURD.

Pode não acreditar no que assiste, mas é real e foi tudo financiado pelas pessoas que são iludidas pelas falsas promessas de esperança.

 

Mais uma polémica com a Igreja Universal do Reino de Deus

por Morningstar, em 14.08.17

Portugal a nível de escândalos religiosos é fraquinho. Lá, às vezes, aparece uma caso de um padre que andou a pelos pecados da carne da pedofilia, ou que tem um armamento secreto em casa, mas, tirando isso, nada de especial.

E como eu sou uma pessoa que estaria a fugir aos meus princípios de "chibo" a situações que considero inaceitáveis por parte de instituições que se promovem a exemplos sociais, hoje, tenho de escrever sobre a Igreja Universal do Reino de Deus.

temple-of-solomon-444136_1920.jpg

 

Esta instituição "sem fins lucrativos", já teve os seus momentos em Portugal:

No entanto, não é em Portugal que ganha o destaque nas redes sociais, nem nos média. Desta vez foi o perfeito Marcelo Crivella - que também é bispo e cantor da Igreja Universal do Reino de Deus -  que se destacou por ter um dos seus membros, que também é a Comandante da Guarda Municipal. 

Fonte notícia: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/apos-questionario-religioso-deputado-pede-afastamento-da-comandante-da-guarda-municipal.ghtml 

Ao que parece a comandante levou a cabo um questionário que sobre a religião de cada guarda. A questão é o porquê de ter sido feito um questionário sobre religião a guardas, ainda para mais num organismo do Estado brasileiro. 

Sejamos inteligentes: para que é que iriam fazer um questionário desta natureza? More jobs for the boys!

Já para não falar da distribuição de material propagandista da igreja (ou seita, como quiserem chamar, visto que em contexto teológico o nome se encaixa) dentro das instalações da prefeitura.

Marcelo Crivella negou qualquer conhecimento de algo que só pode ser executado com a sua autorização.

Claro que no Brasil, isto seria o pão nosso de cada dia, notícias com estas. E que refere a IURD, refere outras, que também, são alvo de processos criminais.

O que me espanta aqui em Portugal é haver denuncias online de ex-bispos e ex-pastores de alegados esquemas de lavagem de dinheiro, prémios aos pastores que conseguirem arrecadar mais ofertas, dízimos, ou dinheiro de outras formas.

Também tenho conhecimento de ex-pastores referirem que frequentemente agentes da PJ infiltram-se nos cultos para avaliarem a forma como são procedidos os mesmos. O que me leva aqui a supor duas coisas: ou eles são muito bons na forma como aplicam a lavagem cerebral, não dando brechas para que haja uma investigação mais profunda do Ministério Público, ou eles mesmos pedem para que sejam feitas essas investigações avisando os pastores que terão nos seus cultos um agente, de forma a que não tenham nada a que apontar. Eu voto na segunda.

Outra das coisas que me intrigou muito, foi CAE da IURD em Portugal. Todas as igrejas que eu procurei o CAE apresentavam um único, que era o 94910 - Atividades de Organização Religiosa. Mas a IURD, apresentava este e outro 900200 - Atividades de Apoio às Artes e Espetáculos. Porque é que a umas basta um CAE e a esta são precisos 2? (https://www.racius.com/igreja-universal-do-reino-de-deus/)

Uma das coisas que não consegui confirma é se a marca IURD é uma marca franchising à semelhança de outras. Tenho suspeitas que possa ser, mas, não tenho nada que possa sustentar uma afirmação dessas.

Escrever sobre a IURD daria quase um livro, mas, fico-me por este texto.

Tem alguma coisa para partilhar sobre a IURD, ou Centro de Ajuda Espiritual como é conhecida, também, em Portugal?