Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estamos Sozinhos?

Este é o meu blogue onde procuro dar a conhecer histórias relacionadas com o paranormal e conspirações. Uma espécie de X-files pessoal que agora partilho com o mundo. Espero que gostem e comentem sempre que queiram.

Inferno não arde e Adão e Eva não existiram

por Morningstar, em 21.11.17

stairs-735995_1280.jpg

O Papa Francisco é conhecido pela sua ousadia e irreverência das suas palavras e dos seus atos. Até aí, nada contra à sua pessoa. Quanto àquilo que diz, já tenho algumas divergências da sua opinião.

Ele afirmou há uns tempos atrás que "não havia fogo no inferno e que Adão e Eva não eram reais".

É uma frase com duas afirmações muito poderosas e que mexem com a estrutura doutrinária do Catolicismo. E refiro-me apenas ao catolicismo, porque, as restantes denominações cristãs não se reveem nestas afirmações.

Vamos analisar as suas afirmações por partes.

Não há fogo no inferno

Em primeiro lugar, ninguém sabe como é o inferno, sem ser quem lá está, e o que conhecemos é de descrição de textos bíblicos e alguns textos antigos religiosos (várias religiões que acreditam no inferno, embora não lhe atribuam o mesmo nome).

Recordo-me da parábola bíblica que Jesus contou, o rico e o Lázaro, em que ambos morreram e foram levados para os seus lugares respetivos, inferno e paraíso. O rico que foi para o inferno, não por ser rico, mas, pela sua forma de viver, via Lázaro no Paraíso e pedia a Abraão para o enviar com água para que o refrescasse, porque estava atormentado em chamas.

Estamos então perante uma heresia da parte do Papa que nega algo que a Bíblia afirma existir.

Então, porque motivo é que o Papa negaria tal coisa, afirmando que não existe fogo no inferno e que Adão e Eva não foram os primeiros seres humanos?

A resposta para isso é extraterrestres.

O fato de o Papa negar a existência de fogo no inferno tem a ver com a existência de Extraterrestres que, por existirem, anula a ideia de inferno e aumenta a prova de que somos uma raça manipulada geneticamente.

Esse é o único motivo que justifica uma negação que abala com um dos pilares manipulativos do Catolicismo. Somos uma espécie que evoluiu ao longo de séculos e que a dado momento da nossa evolução, o nosso ADN foi manipulado por Extraterrestres para que ambas as espécies pudessem se fundir e da inicio a uma nova espécie, os humanos.

Era de esperar que a mentira caísse mais cedo ou mais tarde.