Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Estamos Sozinhos?

Este é o meu blogue onde procuro dar a conhecer histórias relacionadas com o paranormal e conspirações. Uma espécie de X-files pessoal que agora partilho com o mundo. Espero que gostem e comentem sempre que queiram.

Programa RTP de 1987 sobre o Milagre de Fátima e o fenómenos OVNI

por Morningstar, em 26.10.17

Este programa foi emitido em 1987, onde foi discutido o Milagre de Fátima e o fenómeno OVNI.

 

Novo Céu e Nova Terra: visão apocalíptica

por Morningstar, em 26.10.17

sun-1756322_1280.jpg

E vi um novo céu e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. Apocalipse 21.1

Este versículo no livro de Apocalipse tem levantado um grande debate entre as mais diversas opiniões teológicas e também por parte daqueles que acreditam que a Bíblia é uma referência ufológica.

Quando se analisa de um ponto de vista cético, ou seja, literal, podemos entender que se trata de um novo planeta em que os seres humanos podem viver, pois, o atual está completamente destruído.

Se a ideia de compreensão deste versículo é literal, então podemos esperar que será descoberto um novo planeta no qual poderemos encontrar condições para se viver depois de que este se extinguir, ou o Ser Humano destruí-lo.

Por outro lado, temos a interpretação teológica, em que afirma que se trata de uma manifestação sobrenatural, em que esta visão relata um plano espiritual. Mas, as interpretações teológicas não se ficam por aqui.

Apesar de existir grande discordância na Teologia, ambos concordam que será um momento em que aqueles que são salvos estarão a viver num reino em que o governo será divino.

A outra afirmação que fazem é que se trata de uma Recriação por parte de Deus. Ou seja, Deus não irá destruir o planeta, mas, irá reconstruí-lo na sua forma original, puro e ausente de pecado, ou de qualquer outra negatividade, até, porque, não existe qualquer tipo de referência bíblica para o fim do mundo.

Tendo em conta o que a História Moderna nos mostra em comparação com as profecias bíblicas, sou “forçado” a acreditar que a visão Teológica de uma nova fase de Recriação do planeta, de ordem física e espiritual, é a possibilidade que mais forte.

Mesmo que não haja provas científicas que suportem tal coisa, de um ponto de vista teológico, as provas que existem mostram que o planeta já passou por várias fases de remodelação, se assim podemos chamar.

Acreditando na existência de vida extraterrestre, não acredito que seja a possibilidade de sermos transportados para outro planeta, porque, até agora, não se encontrou nenhum que se possa afirmar que há condições para o Ser Humano viver, na sua atual condição física, o que não quer dizer que não poderá se adaptar a uma nova condição de vida num exoplaneta.

Para já, a minha crença está numa perspetiva bíblica não religiosa como melhor definição daquilo que poderá significar este versículo.

O Sobrenatural Existe?

por Morningstar, em 25.10.17

people-2574169_1920.jpg

As histórias de fantasmas, assombrações e demónios remontam até à antiguidade em que as pessoas atribuíam sempre aos fenómenos inexplicáveis uma origem sobrenatural.

Nos dias de hoje, a maior parte já consegue ser explicado pela Ciência e que mostra que grande parte das manifestações sobrenaturais, são apenas ocorrências físicas e nada mais.

Porém, nem sempre a Ciência consegue mostrar como as coisas funcionam, ou apenas conseguem explicar como funcionam sem darem uma resposta à sua origem. Nessa hipótese temos de abrir os horizontes mentais para a possibilidade de existir algo sobrenatural.

Trago-vos dois relatos de duas pessoas completamente diferentes e que ambos pensavam que existia algo de sobrenatural relacionado com elas. Não são ficção, pois tive a oportunidade de entrevistá-las pessoalmente e confirmar a história que contavam.

 

O homem que via bicho a subir pelas pernas

Este homem acreditava que tinha sido vitima de bruxaria. De um momento para o outro, ele começou a alucinar com bichos a tentar subir pelas pernas e a ver pessoas que já tinha morrido, ou que ainda estavam vivas em casa. Acordava frequentemente de noite a achar que ouvia vozes e saia para a rua tal como estava para procurar quem estava a falar.

De uma forma geral, este homem estava a alucinar com várias coisas.

Como seria de esperar, ele foi encaminhado para a psiquiatria pela família, a qual descartou qualquer problema psiquiátrico, mas, perante o resultado das análises, tinha diabetes num valor completamente descontrolado que fazia com que tivesse alucinações.

Após iniciar o tratamento com insulina, deixou de ter alucinações e a sua vida voltou ao normal dentro do possível. 

 

Esta mulher acreditava-se que estava possessa por várias entidades. Não se sabe ao certo quantas, mas, acreditava-se que estava relacionado com o seu passado famíliar.

Ela era descendente, supostamente, de uma antiga linha de “bruxas”, que realizava simpatias para o diabo. Contava-se na aldeia onde vivia, que a sua avó tinha a capacidade de se transformar em outros animais, sendo que uma vez foi visto um cão a sair da casa dela e que depois de o seguirem deixaram de o ver numa encruzilhada e apenas a encontraram deitada no chão.

Desde pequena sempre teve um carater muito difícil de lidar. E quando adulta sempre foi uma pessoa muito voltada para as artes ocultas.

A sua curiosidade pelos exorcismos das igrejas evangélicas levou-a a frequentar algumas dessas sessões em que ao fim de algum tempo, as entidades que vivam dentro de si se manifestaram perante o poder de Deus. Conta-se que a força era tal que eram precisas 7 pessoas para conseguirem segurar.

Os médicos nunca detetaram qualquer tipo de doença física ou psíquica.

O trabalho de libertação daquela mulher levou bastante tempo, mas, quando ela foi liberta, quem a conhecia e não frequentava as igrejas, não a considerava a mesma pessoa.

 

Nestas duas histórias podemos ver que há nitidamente o fator científico a comprovar que não havia nenhum poder sobrenatural e outra em que nunca se conseguiu nega a ocorrência de algo sobrenatural.

Isto serve para se considerar que há algo mais para além daquilo que nos entendemos e que pode ser uma realidade que está a ser descurada pela sociedade. Pode estar a acontecer uma batalha sem precedentes num plano espiritual e que estamos a ignorar por completo, no qual pode estar em jogo a nossa alma.

OVNI filmado em Portugal

por Morningstar, em 25.10.17

Este video amador mostra um aparente OVNI camuflado a sobrevoar os céus de uma mata.

Há que realsar que poderá ser o reflexo de luz na lente, dando a ilusão de algo no céu.

Aqui fica o video para tomar as vossas próprias conclusões.

 

Pirâmides Submersas nas Bahamas

por Morningstar, em 24.10.17

pirâmide-atlântico.jpg

O fato de acontecer novas descobertas históricas não implica a rescrição de toda a História da Civilização.

Acontece que pelo fato de se ter descoberto possíveis pirâmides nas Bahamas, não implica que tenhamos de refazer tudo aquilo que se sabe sobre a Civilização. Todas as descobertas até à data permitem apenas completar a História que se conhece.

Não é de todo improvável que se encontre pirâmides nas Bahamas, pois, como se sabe há pirâmides na América construídas pelos Maias e Aztecas. Nada estranho até aqui para a existência destas construções, mesmo que submersas.

Quem as construiu, isso já é outro assunto que tem de ser analisado e discutido. Terão sido os humanos ou os extraterrestres?

Desde o início sempre procuramos algo mais que a nossa existência

por Morningstar, em 23.10.17

Videncia 3.jpg 

A busca de extraterrestres é mais antiga do que aquilo que se pensa. Desde as civilizações pré-clássicas que a humanidade está de olhos postos no céu, seja em busca dos seus deuses, seja em busca de outras formas de vida com que pudesse contatar.

A prova disso está no conhecimento astronómico e astrológico que se tem descoberto nessas culturas e que revela que eles sabiam mais do que aquilo que se podia esperar.

Como é que eles sabiam isso? É a grande questão que comporta muitas teorias.

Sim, teorias. Porque, mesmo aquilo que hoje é aceite pela comunidade cientifica e historiadores, é baseado numa interpretação pessoal das informações que se possui. Não há nenhuma prova que nos responda a 100%. E se a há, então, nós ainda não a conseguimos entender.

Por mais que todos nós queiramos responder a essa questão com uma figura divina ou com o contacto extraterrestre, ela não irá passar de uma resposta que é baseada na nossa crença individual sobre o assunto.

Sempre foi assim e sempre será. Durante todos os períodos históricos, várias teorias foram discutidas, aceites, refutadas e até subjugadas, como no medievalismo.

É do conhecimento que todos os dados que se possui podem muito bem ter sido adulterado no passado, pelas mesmas civilizações que fomentaram essa cultura, por motivos políticos e religiosos.

O que é certo, é que a humanidade nunca se conformo com a sua única existência no universo. Sempre necessitou de um Deus ou mais para justificar as suas ações, ou de seres de outro planeta.

A insistência na existência do Planeta Nibiru

por Morningstar, em 22.10.17

fantasy-2770493_1280.jpg

Continua-se a insistir que Nibiru é um planeta que orbita a terra a cada 3600 anos e que foi de lá que vieram os Anunakki.

Vamos entender que o conhecimento que os Sumérios e Babilónio tinham do sistema solar não é o mesmo que hoje temos dele. Os nomes dados às estrelas e outros planetas possivelmente visíveis a olho nu na altura ou através de outro tipo de instrumentos usados, seriam para identificar os mesmos planetas e estrelas já conhecidos, mas, que lhe atribuímos nomes diferentes.

Nibiru, poderia ser um planeta um planeta com uma orbita alongada, sim, como se têm equacionado sobre a da “Super-Terra” que terá uma orbita próxima da de Jupiter, mas, também pode ser um planeta que já está catalogado, como por exemplo, Marte ou Vénus.

O facto de os antigos Sumérios frisarem essa existência, não implica de todo estarem corretos. Até, porque, o planeta já pode desaparecido, ou então, como é muito comum nas antigas religiões das civilizações pré-clássicas, o sistema político, económico, entre outros, terem uma centralidade religiosa.

Quero dizer com isto que, Nibiru e os Anunakki, podem ser uma invenção pré-clássica, de forma a criar um controlo social. À semelhança do Antigo Egipto, em que o sistema religioso era o fundamento para a politica, economia e vida quotidiana, tantos sumérios como babilónicos usaram o mesmo sistema.

Isto não significa que eles realmente não tenham sido visitados por extraterrestres no passado, mas, da mesma forma que manipula a informação para se adaptar a uma necessidade social, essa mesma informação poderá ser uma mentira gerada à milhares de anos atrás.

Todo o relato histórico carece de ser analisado esporadicamente, pois, todos os dias surgem novas informações que podem alterar toda a perceção que se tem, como apenas podem ser pequenos acontecimentos que não influenciaram em nada a cultura de uma determinada civilização.

Voltando ao planeta Nibiru, este tanto pode ser uma mentira gerada pelos sumérios e babilónicos, como, também, poderá haver um fundo de verdade e que ainda não se conseguir interpretar nas melhores condições os escritos cuneiformes.

Até lá, o planeta continua uma lenda que inspira várias teorias da conspiração.

OVNI abatido por caça Israelita

por Morningstar, em 22.10.17

Neste video podemos ver um caça israelita a interceptar e a abater um OVNI.

 

Novas teorias e falta de respeito pelo tema

por Morningstar, em 21.10.17

X-Files_Season_10_Promotional_Alien_Spaceship_(255

Há uma nova teoria a circular na internet em que Dezembro seriamos invadidos por extraterrestres e que o local de desembargo seria na Rússia. Para alem disso, a nave mãe da frota invasiva teria cerca de 4 mil m2.

Quero dizer que, mesmo para mim que acredito na vida extraterrestres, custa-me a acreditar neste tipo de teorias.

Tal como muitos investigadores, que gostariam de provar que existem extraterrestres, temos que nos cingir aos fatos e à possibilidade de que o que estamos a interpretar está errado.

É muito chato ter pessoas que se dizem ufólogos e que na verdade são apenas charlatões e oportunistas que querem ganhar dinheiro com isso.

Para mim é uma falta de respeito para com aqueles que, de uma forma profissional ou amador, se dedicam a investigar, a pesquisar e a partilhar as suas conclusões com todos. Faz com que todo o trabalho que é dedicado neste sentido seja desacreditado e visto com a seriedade com que outra área de investigação é vista.

Lamento que nem todos tenham um comportamento sério em relação ao assunto, que enganam os interessados no assunto e desprestigiam quem leva a sério o tema, mesmo que não acredita na existência.

O Universo e a Vida é resultado de um Design Inteligente

por Morningstar, em 21.10.17

Raven_and_the_First_Men,_left_side.jpg

Somos o resultado de um design inteligente em que jamais poderíamos ser o produto de uma evolução de coincidências e acasos. Não existe nenhuma obra que não tenha o seu criador e, como tal, sejam os humanos ou os extraterrestres, também temos um criador associado a tudo o que existe.

Recuso a acreditar nessa possibilidade, de somos o resultada da evolução de milhões de anos de um “x” número de fatores aleatórios que possibilitaram a origem da vida. Simplesmente não faz sentido e dessa forma, para mim, o evolucionismo não faz sentido.

Também, não quero promover aqui a religião como resposta à nossa existência. É para mim um conceito egocentrista e limitado para um panorama tão abrangente que não faz justiça à imagem de um Deus grande como pregam.

Há mais que isso!

Não sei responder se fomos criados diretamente pelo grande Criador do Universo, o se somos o resultado das criações das suas criaturas. Há indícios que sugerem que a nossa criação é resultado de manipulação genética e que podemos ser uma mistura de raças terrestres com extraterrestres.

Ainda assim, esses indícios não são uma resposta certa, são uma teoria. E tal como as restantes teorias, todas elas têm algo a acrescentar num ponto de vista, mas, que sem o crente, de nada vale.

A complexidade dos seres vivos e de tudo aquilo que se pode encontrar no Universo, faz com que perceba que tem de haver a mão de alguém por detrás de tudo isto. Uma explosão, como o Big Bang, não poderia criar uma ordem tão perfeita como a que existe no Cosmo. Seres vivos com uma estrutura genética tão complexa não poderia ser cozinhada numa sopa primordial. O Ser Humano, não poderia ter evoluído sozinho do macaco.

Aquilo que a teoria evolucionista sugere é que se juntarmos um monte de ferro, com borracha, tecido e plástico, fazendo de seguida com que expluda, aparece um Ferrari à nossa frente. Se juntarmos farinha, ovos, açúcar, chocolate e fermento, não se transformam em bolo se não for alguém misturar os elementos e cozinhá-los.

Da mesma forma que não é possível fazer aparecer nada com explosões ou esperar que eles por si só evoluam, não é possível que o Universo e a Vida tenham sido resultado de uma explosão e de uma evolução. Alguém fez isso.

Pág. 1/4